16 de mai de 2015

O Espírito Santo II

E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes
e entre os anciãos prostaram-se diante do Cordeiro, como havendo sido morto,
e tinha sete pontas e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus
enviados à toda terra.
Apocalipse capítulo 5 versículo 6

Há um Espírito proveniente de Cristo, enviado após a Sua morte e ressurreição. Este Espírito foi trazido sobre todos os discípulos, tanto aqueles que caminharam com Jesus naquela época quanto os de hoje. Esse Espírito está no meio de nós que formamos o corpo de Cristo. Veja:Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação. Efésios capítulo 4 versículo 4.

Este Espírito reúne sete faces que são sete atribuições, por este motivo na visão do Apóstolo João, o Espírito se apresenta no Cordeiro com sete olhos e sete pontas. São elas: o Espírito de Cristo, o Consolador, o Espírito da Verdade, o Espírito da Graça, o Espírito Santo, o Espírito Eterno e o Espírito da Glória de Deus.  Estas sete faces são o assunto deste estudo Bíblico.

·         O Espírito de Cristo

O primeiro ponto sobre o Espírito de Cristo que quero apresentar é exatamente como o Seu nome diz. Ele é o Espírito que sai de Cristo e vem até nós, Ele é responsável por trazer o próprio Jesus para a nossa vida. Também encontramos na Bíblia pelo nome Espírito de Deus, porque Cristo é Deus.

Vamos entender sobre esse respeito lendo Mateus capítulo 25 versículos 1 a 13. Jesus ensina nessa parábola sobre a nossa vida aqui na terra e também sobre a Sua vinda.
Sobre nós, Ele coloca que podemos ser como as virgens prudentes que mantiveram suas lâmpadas acesas aguardando a volta do Salvador. As nossas lâmpadas ficam acesas se o Espírito de Deus estiver em nós.

A outra opção é que podemos ser como as virgens loucas, que não se preocupavam em manter suas lâmpadas acesas. A resposta de Jesus para estas, está registrada no versículo 12: “Em verdade vos digo que não vos conheço.”

Ouvir de Cristo a expressão “não vos conheço” significa que essa pessoa está à margem do Reino de Deus mas não exatamente inserida Nele. As virgens loucas são como as pessoas que estão na religião, pensam que estão no caminho certo, porém esqueceram-se de buscar o Reino de Deus. Ao buscar o Reino de Deus somos cheios do Espírito Dele e assim nossas lâmpadas estão preparadas para encontrar o Salvador.

Ao buscar Jesus recebemos do Espírito de Cristo, e o Seu Espírito nos liga à Jesus. Quando estamos cheios do Espírito sentimos no nosso coração o desejo de orar mais, de entender a Palavra e buscar Jesus. Essa é uma atribuição do Espírito de Deus, da mesma maneira que traz Cristo para nós, também nos leva para Ele.

·         O Consolador

A segunda atribuição do Espírito está revelada nas palavras de Cristo, quando Ele O chama de Consolador: “E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre” – João 14 versículo 16. Também no versículo 18 diz: “Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós”.

No momento que Cristo disse estas palavras, Ele estava para ir morar com o Pai no mais alto céu. Cristo diz que o Seu Espírito é o nosso Consolador porque havendo Ele nos deixado para ir morar na glória, ficaríamos com esse vazio se não fosse o Espírito Dele ter vindo morar em nós.

Isso quer dizer que através do Consolador, a vida de Jesus habita em nós preenchendo o que poderia ser um vazio sem Ele. Por isso Ele diz: “e eis que estou convosco até a consumação dos séculos” – Mateus capítulo 28 versículo 20 parte b.

Mas nós sem o seu Espírito, Jesus seria apenas uma lembrança. O Espírito Consolador é a diferença entre saber sobre a história do Filho de Deus e viver com Ele dentro de nós! Por isso Jesus diz: “Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis porque eu vivo, e vós vivereis”João capítulo 14 versículo 19. Todo aquele que crê no Senhor Jesus vive porque Ele vive dentro de nós através do Seu Espírito.

·         O Espírito da Verdade

Seguindo para mais uma atribuição do Espírito de Deus, veja o que está escrito em Lucas capítulo 24 versículo 45. Neste momento, Jesus já havia passado pela cruz e ao terceiro dia ressuscitado, quando então os discípulos passaram a entender o que as Escrituras falavam sobre Ele. É interessante pensar que com três anos ao lado de Jesus, eles não entendiam. Mas vindo o Espírito de Cristo sobre eles, então puderam enxergar com clareza.
Assim também acontece conosco, com Ele podemos enxergar tudo com muita clareza. Coisas que antes passavam despercebidas, hoje podemos ver como as trevas atuam no mundo. Podemos compreender o significado das Palavras do Senhor Jesus, com o Seu Espírito as palavras passam a ser vivas dentro de nós. Simplesmente elas não soam mais da mesma forma! E isso se deve ao fato do Espírito de Cristo também ser o Espírito da Verdade. Leia comigo João capítulo14 versículo 26 e João capítulo 16 versículos 13 e 14.

O Espírito da Verdade nos dá a conhecer sobre a pessoa do Senhor Jesus, nos faz entender com profundidade a Palavra e ouso a dizer que Ele nos ensina até mesmo coisas do nosso dia-a-dia, nos auxiliando a ser pessoas melhores para dar testemunho como amigos de Cristo.

Há algo que o Espírito da Verdade traz que não posso deixar de mencionar aqui. Tudo o que foi dito até o momento é a verdade, ou seja, está em Cristo. E tudo vem fazer parte da nossa vida através do Espírito. Mas existe uma verdade profunda dentre tudo isso e está registrada em Atos capítulo 1 versículo 12 que diz: Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalem como em toda a Judeia e Samaria, até os confins da terra.

Uma testemunha é alguém que pode afirmar a cerca de algo que vivenciou, essa pessoa tem fatos e argumentos para comprovar que se trata de uma verdade. Com o Espírito somos feitos testemunhas de Cristo. Através Dele nós podemos afirmar sobre a ressurreição e vida do Nosso Senhor que vive dentro de nós. Este é o motivo que levou milhares de cristão a ser mortos desde a perseguição dos discípulos até os dias de hoje, porque não podemos negar a vida de Cristo em nós.

·         O Espírito da Graça

Este nome aparece em Hebreus capítulo 10 versículo 29 e é bem fácil entender porque o Espírito de Cristo também é chamado de Espírito da Graça. Veja o que diz nele: De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da Graça?

Jesus Cristo, o Filho Unigênito do Pai tinha poder sobre todas as coisas, mas não usou deste poder para fazer sua própria vontade e colocou-se na condição de servo para submeter-se a vontade de Seu Pai. Para cumprir este propósito Ele teve que vir como homem a esta terra e passar pelas coisas das quais nós passamos. Ainda depois de se fazer como homem, foi moído nas mãos de pecadores, humilhado e exposto (ficou nu) na cruz para cumprir na sua morte a remissão dos nossos pecados – Filipenses capítulo 2 versículos 6 a 8.

Essa é a graça trazida por Cristo, um ministério para toda a eternidade. E como essa graça vem viver dentro de nós senão através do Seu Espírito? Assim como o Espírito de Cristo está conosco até a consumação dos séculos, assim também acontece com a Graça porque ambos são o mesmo.

Volte ao versículo 29 de Hebreus capítulo 10. Veja como o autor faz a relação entre o sangue (sacrifício de Cristo) e o Espírito da Graça. A Graça é derramada por Cristo quando Ele deu seu sangue por nós, o Espírito da Graça habitava em Cristo até aquele momento, mas a partir dali o Seu Espírito foi dado a nós.

·         O Espírito Santo

Sei que algumas pessoas não compreenderam porque esse não foi o primeiro a ser citado neste estudo. Espírito Santo é um dos nomes do Espírito de Cristo, certamente o mais falado entre todos, mas a sua importância é tal quais os demais nomes.

Para ficar claro sobre esse nome, Ele é o Espírito de Cristo que age em nós para a Santificação por causa disso Jesus disse: Estai em mim, e eu, em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim – João capítulo 15 versículo 4. Frutos para a santificação, frutos do Espírito.

O Espírito Santo é o elo de ligação entre cada pessoa e Cristo como vimos antes, mas também é a ligação que forma o corpo de Cristo. Veja em Hebreus capítulo 2 versículo 11, aquele que nos santifica é o Espírito Santo, e Ele é de um só - Jesus Cristo. Quanto a nós, o corpo, também somos todos de um só – Jesus, o Senhor. Se alguém não tem o Espírito Santo não consegue estar em comunhão com o corpo de Cristo.

·         Espírito Eterno

Este nome está registrado em Hebreus capítulo 9 versículo 14. Ele está ligado ao ministério de Cristo no qual estamos inseridos.

Veja comigo o texto que está em Hebreus capítulo 10 a partir do versículo 9 até 14. Quando diz: “Tira o primeiro para estabelecer o segundo”, está falando sobre os dois ministérios, o da lei e o da graça. O ministério de Cristo que é o ministério da graça entrou para substituir um ministério imperfeito que é o da lei. Se não fosse assim, não teria a necessidade de ser substituído como diz no próprio texto.

Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez”- versículo 10. A palavra oblação tem por significado o sacrifício e fala da cruz. Ele foi feito apenas uma vez, porque o sangue de um Justo foi o pagamento válido por toda a eternidade pelo pecador (eu e você).

Veja mais adiante no versículo 14: “Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados”. Se este ministério não tivesse validade eterna, no primeiro pecado que cometêssemos tudo estaria acabado, mas Cristo deu-nos o Seu Espírito Eterno neste ministério.

·         Espírito da Glória de Deus

Quando já estava próximo de Sua morte, Cristo orou ao Pai dizendo assim: “E eu dei-lhes a glória que a mim me deste”. João capítulo 17 versículo 22 parte a. Na oração deste capítulo, mesmo estando com os discípulos, Jesus fala ciente que não ficaria por mais tempo na terra, por causa disso Ele usa o tempo passado: “Eu dei-lhes”.

A glória que Jesus recebeu do Pai, também nos deu. Assim somos um com Ele, pois possuímos por herança aquilo que era Dele - João capítulo 17 versículo 22 parte b.

A glória de Deus o Pai revelada em Cristo atraiu e atrai, até os nossos dias, corações sedentos como o meu e o seu. Mas é por esta glória que homens tomados de trevas perseguiram Jesus. Quando esta glória habita em nós, não nos adequamos ao mundo e somos da mesma forma perseguidos como Ele foi. E é também por causa desta mesma glória que pessoas retém a Palavra de Deus que sai da nossa boca. Veja nas palavras de Jesus esta explicação em João capítulo 15 versículos 18 a 21, veja também nas palavras do Apóstolo Pedro no livro de seu nome capítulo 4 versículo 14.

Quero terminar este estudo dizendo a respeito do Espírito de Cristo que reúne em Si todas essas virtudes e traz para dentro nós toda essa vida abundante de Cristo.

Que o amor de Deus o Pai, a graça do Senhor Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja com você, com sua família e com todos aqueles que desejam a Palavra de Deus. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário