23 de fev de 2013

A igreja corpo de Cristo – Quem são eles?

Amados irmãos segue um pouquinho mais do estudo sobre a igreja verdadeira, aquela que é o corpo de Cristo. Que você possa ser cheio do Espírito Santo através desta Palavra.

Para explicar o assunto vou usar o exemplo de dois  discípulos: Paulo e João.

·         O apóstolo Paulo conheceu a graça de Jesus Cristo quando passou de assassino de cristãos a ministro da Palavra. Ele reconhecia o fato que era um grande pecador, mas que pela graça alcançou misericórdia – 1 Tim. 1 v. 11 a 13

Em toda oportunidade, sua pregação era sempre a graça, pois ele falava daquilo que era a vida dentro dele. Seu discurso se baseava naquilo que conhecia e recebeu do Senhor Jesus Cristo – a abundante graça e o perdão dos pecados.
·         O apóstolo João era conhecedor do amor de Jesus Cristo pela transformação que teve na sua vida, passou de filho do trovão para uma pessoa transbordante  do amor de Jesus Cristo- Marcos 3 v. 17.
 
Sobre o discurso de João, eu tenho a dizer que simplificava o amor de Deus para quem não o conhecia. Segue sua pregação em resumo: Deus nos amou e entregou por nós o seu Filho único (João 3). Através do Filho é possível ter na sua vida a vontade do Pai (João 17). A vontade do Pai é completa na sua vida quando você ama seu irmão, porque quando você o ama também ora por ele, ajuda, sustenta-o na fé, etc. Na visão de João o amor era visto de forma tão clara que toda a vontade do Pai se resumia no amor que Jesus mostrou a ele.

Ambos os apóstolos tinham em comum a perca da sua própria identidade para absorver a identidade de Cristo, segundo a vontade do Pai.
A Bíblia diz: Aquele que está em Cristo nova criatura é. Estes são exemplos de pessoas que deixaram a velha criatura para viver segundo o propósito de Deus.
Esses não são deuses para ser colocados num altar, eles são homens que obedeciam a vontade do Pai e por isso são chamados santos de Deus, como todo aquele que está ligado ao corpo em Cristo tornou-se santificado - Romanos 6: 8 a 14 . Não significa que não há pecado, significa ser participante da graça.
Uma coisa é precisar da graça de Deus outra coisa é dar oportunidade ao pecado. Devo cumprir tudo o que tenho vontade? Não, se cumprir, não serei uma nova criatura – Romanos 6 v. 4. Dar oportunidade ao pecado causa prisão nas nossas vidas, o contrário do que quando estamos em Cristo (na graça) e somos libertos.
A exemplo destes apóstolos, a igreja que é o corpo de Cristo é identificada pelo seu testemunho de transformação, ou seja, abdicar de sua própria identidade para revelar ao mundo a identidade de Cristo Jesus. Quando Cristo é o nosso cabeça é exatamente o que acontece!

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário