10 de dez de 2013

A lei e os profetas duraram até João, desde então é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele.


Em Lucas capítulo 16 versículo 16, Jesus diz: A lei e os profetas duraram até João, desde então é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele.
Este João citado no versículo é João Batista, primo do Senhor Jesus Cristo, o qual nasceu 6 meses antes para pregar a respeito da chegada do Reino de Deus que é Jesus Cristo. Quando Cristo começou seu ministério logo após seu batismo, João Batista já pregava no deserto anunciando Cristo. Sobre isso o versículo diz: “A lei e os profetas duraram até João, desde então é pregado o Reino de Deus”. Como já foi dito, após João vem Jesus e vem com Ele a graça, o que sobrepõe a lei e que cumpre em definitivo as profecias a respeito do Messias.
“E todo homem emprega força para entrar nele”. O Reino de Deus não é algo que venha com aparência, não é expresso por um bem material ou luxo, o Reino de Deus não é palpável ou possível enxergá-lo. Para então tomar posse do Reino de Deus na nossa vida é necessário empregar uma força maior que é CRER. Como o Reino de Deus não é aparente, precisamos empregar força para CRER que Ele é real e assim segui-lo. Quando não há fé não é possível ter o Reino de Deus na nossa vida.
Veja que a caminhada daquele que quer seguir a Cristo inicia-se no CRER. Quando um cristão se ajoelha para orar ele está crendo que o Pai de Nosso Senhor o está ouvindo. Quando um cristão lê a Palavra está crendo que vai ouvir a voz de Deus o Pai. Tudo o que o cristão faz é porque crê no que a Palavra ensina, como orar, buscar a Palavra, jejuar, etc.
CRER que Deus o Pai enviou seu Filho Jesus Cristo para remissão dos nossos pecados. CRER que Cristo viveu sem pecados e padeceu a nosso favor. CRER que Ele morreu na cruz e ao terceiro dia ressuscitou. CRER que Ele subiu ao céu mas deixou para nós o Seu Espírito Santo que nos ensina e guia em todas as coisas.
Glória ao Senhor Jesus que cumpriu tudo isso por nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário