4 de ago de 2013

Princípios de Cristo - O Perdão

A paz do Senhor Jesus Cristo a todos os irmãos pelo mundo.

Estou apresentando os princípios de Cristo porque Ele mesmo disse que é o caminho. Disse isso porque todo aquele que quiser ser participante do Reino de Deus deve seguir os seus passos. Quanto ao perdão não foi diferente, na cruz o nosso salvador mostrou duas vezes o perdão, primeiro em relação ao ladrão que reconheceu em Cristo o Filho de Deus, e a segunda vez foi pedindo perdão ao Pai pelos seus assassinos.

Vamos falar de alguém que conheceu o Salvador pela Palavra pregada através dos Apóstolos e que seguiu os passos de Cristo, este homem é Estevão. Era considerado homem fiel ao evangelho entre os irmãos, disposto a servir (Atos 6 v. 3 a 5). Era cheio do Espírito Santo e tinha revelações nas Escrituras e pregava isso para mostrar que Jesus Cristo é o Messias.

Os religiosos não aceitavam a pregação de Estevão porque não aceitavam que Jesus pudesse ser o Filho de Deus.

Estevão entendia pelo Espírito que “os que são de Cristo sofrerão perseguições” e continuou a pregar o que tinha recebido do alto.

Atos 7 v. 53 a 60 – Estevão é morto por pregar a verdade!

Quero chamar sua atenção para dois fatos importantes na morte de Estevão: 

1) v. 58 depuseram seus vestidos aos pés de Saulo. Este estava autorizado à perseguir os “nazarenos”, como ninguém queria ser culpado pela morte de Estevão colocaram seus vestidos aos pés de Saulo.

2) v. 60 – Estevão faz igual Jesus na cruz, pede perdão ao Pai pelos seus assassinos.

Ele foi atingido por pedras e pediu perdão por eles, compare então com a nossa situação de hoje em dia, talvez algumas palavras já nos deixam irados.

Quando Cristo e Estevão pediram perdão ao Pai pelos seus assassinos estava ligando a vida dessas pessoas na terra para que fossem ligadas no céu.  Jesus ensinou a Pedro: Tudo o que ligares na terra será ligado no céu, e tudo o que desligares na terra será desligado no céu.

Estevão ligou a vida daqueles homens mesmo sendo seus assassinos e não sabemos quantos dos que estavam ali receberam Jesus, mas um recebeu, um deles creu no Senhor Jesus Cristo! Pelo perdão de Estevão um homem foi capaz de mudar a história do cristianismo através da sua fidelidade ao evangelho. Milhares de pessoas chegaram a Jesus e até hoje acontece o mesmo quando se lê as cartas de Paulo. Quem foi o responsável por isso? Estevão que estava cheio do Espírito Santo e foi capaz de perdoar.

Mateus 18: 23 a 35 Reter um sentimento ruim por alguém no reino espiritual é o mesmo que ser o credor de uma dívida. A raiva, o rancor, a mágoa, o ódio é marcado por um pensamento que volta e volta e volta várias vezes, parecemos uma vaca ruminando o capim já digerido! Estamos alimentando a vontade das trevas porque enquanto há essa dívida, essa pessoa está com a vida presa espiritualmente. A pessoa não consegue caminhar para frente. Quando liberamos perdão para uma pessoa a absolvemos dessa dívida, liberamos essa vida de cadeias, foi o que aconteceu com Saulo, só assim Saulo pode enxergar Jesus Cristo, só com o perdão.

A parábola diz de um servo que deve ao rei 10 mil talentos, uma divida bem grande. Essa é a nossa dívida com o Pai que já foi perdoada através do Senhor Jesus Cristo na cruz. A parábola também diz de uma divida de um servo para com o outro servo, bem menor, 100 talentos. Essa é a dívida que alguém pode ter para conosco. Esse texto nos ensina a perdoar os nossos devedores assim como o Pai nos deu seu perdão.

Assim é no reino espiritual enquanto perdoamos nossa dívida não é cobrada. Mas quando não perdoamos, diz o versículo 34 que somos entregues aos atormentadores até pagarmos a nossa dívida. Não fique ruminando um sentimento ruim contra alguém, esse perdão é importante para que essa vida seja liberta e para que você não sofra mal nenhum.

Mateus 6: 14 e 15 Precisamos do perdão de Deus o Pai, diariamente. Para que não seja cobrada a nossa dívida também não devemos cobrar a das pessoas para conosco.

Col. 2 v. 14 Este texto traz a respeito da nossa dívida perdoada em Cristo. E a nossa dívida, assim como aprendemos, não era pequena. Assim como temos a graça do Senhor Jesus Cristo sobre as nossas vidas, também devemos andar nela, usar dela para com nosso próximo. Afinal tanto quanto desejamos ser perdoados é importante perdoar, não é isso que Cristo ensinou quando disse “Ama teu próximo como a ti mesmo”?

Que a Graça do Senhor Jesus Cristo abunde nos nossos corações, em Seu Santo Nome. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário

Amigo(a) do blog, deixe seu comentário